Aliança de Casamento dos Famosos – Veja modelos!

Existe sempre uma grande tendência de as pessoas terem alianças de casamento próprias, já que esse é uns dos itens mais representativos de um momento único na vida de qualquer pessoa, principalmente que se refere as mulheres, que tem dão uma maior importância para esse assunto.

Mas, ainda assim, algumas mulheres gostam de se inspirar em alianças de casamentos feitas por famosos, seja atrizes, atores, jornalistas e esportistas, já que esse tipo de ação sempre causa uma boa impressão nas pessoas.

Para ajudar essas mulheres que querem ter ideias de aliança de casamento baseadas em pessoas famosas, esse texto vai trazer uma lista dos itens mais bonitos usados em casamento por quem tem certa fama, para que você possa se inspirar.

Quer saber que itens são esses? Então, continue lendo esse texto até o final e descubra todas as alianças que as famosas já usaram.

Natalie Portman

Uns dos primeiros itens que se vem à mente quando se pensa em alianças de famosos, é a questão de diamantes, já que essas pedras são muito utilizadas nesse anel. Por isso, a atriz Natalie Portman ganhou do seu noivo Benjamin Millepied, um anel com diversos diamantes na lateral, fazendo com que ele brilhasse bastante e tivesse um aspecto incrível.

Kate Moss

Outra aliança que chamou a atenção foi a da atriz Kate Moss, que ganhou do seu marido Jamie Hince, uma aliança típica da década de 20, a qual, traz aspectos antigos e singelos, que faz com que essa aliança seja muito visada por diversas mulheres.

Kate Middleton

O anel usado por Kate Middleton em seu casamento pertenceu a ninguém menos do que a Lady Di e foi dado a ela pelo príncipe William. Por isso, muita expectativa se criou em cima dessa joia rara, a qual, teve réplicas no mundo inteiro sendo criadas, por causa da beleza da foto e também da relevância desse retrato.

E aí, gostaram dessas novas dicas de pessoas famosas que usaram alianças? O que achou desses nossos toques. Deixe o seu comentário abaixo e participe desse nosso post.

 

Armários para Quarto planejado: Vale a pena?

Hoje em dia, qualquer ação que se vá fazer em decoração ou arquitetura tem que ser bem planejado, já que os locais são cada vez menores e objetos muito grandes ou mal colocados pode acabar com um visual de um ambiente, seja ele qual for.

Por isso, para quem está planejando uma reforma em um quarto ou ainda está adquirindo um novo imóvel, o uso de armários de quarto planejados para o quarto, pode valer a pena, dependendo da empresa contratada para fazer esse serviço e da qualidade do material usado nesse item.

Quer saber mais sobre a questão dos armários planejados para um quarto e se eles realmente valem a pena? Então, acompanhem esse texto até o final e tenha a sua dúvida esclarecida. Venham comigo.

Depende da negociação

Para fazer uma pequena reforma em um quarto, esses armários planejados podem não valer a pena, pois, um projeto personalizado custa caro e aplicá-lo em apenas um local, pode ser um investimento alto, com um baixo retorno.

Por isso, o melhor a se fazer nesse caso, é realmente comprar um armário que já esteja pronto, que seja de um material de qualidade e tenha o tamanho necessário para caber no seu ambiente.

Agora, caso sejam vários armários, para vários quartos, a negociação fica mais fácil de ser feita e assim, esse tipo de compra, além de ficar mais barata, vai valer mais a pena, já que se terá um toque pessoal nos armários de cada quarto, o que, além de dar um maior conforto para quem o utiliza, ainda se tem a questão do espaço, já que um item planejado preenche melhor.

Depende do prazo para entrega

Além da questão da negociação, outro ponto importante sobre os armários para quarta planejados valerem a pena é o tempo para a entrega e instalação desses itens adquiridos. Já que um armário que demora meses para ficar pronto, por mais lindo que seja, não vai se encaixar as suas necessidades, por isso, é necessário levar esse ponto em consideração.

E aí, tem mais alguma dúvida sobre a utilidade dos armários planejados e se eles valem ou não a pena? Deixe o seu comentário e participe desse post junto com a gente.

 

Sandálias para o verão: O que usar?

Existe uma necessidade grande de se usar calçados abertos no verão brasileiro, já que o clima é muito quente e existe uma chance grande de sapatos fechados incomodarem as pessoas, principalmente nas regiões Norte e Nordeste do país.

Por isso que as sandálias melissa são uma ótima saída para essa questão de não usar sapatos fechados, já que elas são mais formais do que simples chinelos e permite com que você tenha um conforto maior no calor do verão brasileiro.

Para quem não aguenta usar algo que deixe o pé fervendo em pleno verão, as sandálias são uma excelente opção, já que elas são confortáveis, belas e também nunca saem de moda.

Quer saber mais sobre esse tema e sobre os calçados que serão tendência no verão de 2017? Então, continue lendo essa matéria até o final e saiba tudo sobre as sandálias que serão moda no verão de 2017. Continue comigo.

Sandálias com amarração

Uma primeira tendência para usar nesse próximo verão são as sandálias com amarração, já que elas têm um toque especial e também uma tendência única.

Por serem formadas com amarração, é possível combinar essas sandálias com diversos tipos de roupas, como por exemplo, um look para o ano novo, para quem for passar em praia e quiser um visual mais despojado.

Além disso, esse calçado combina muito bem também com roupas um pouco mais informais, para serem usados no dia a dia e você não ter que sofrer com o seu pé suando durante todo o verão.

Camurça

Outro calçado que pode ser usado nesse próximo verão, como uma forma de dar um alívio aos seus pés, são as sandálias de camurça, principalmente para quem tem um estilo mais moderno. Para que assim você possa ter um calçado único e bastante bonito para passar o seu próximo verão.

E aí, o que você achou dessas informações? Tem mais alguma dúvida sobre a forma das sandálias para serem usados no verão? Deixe o seu comentário abaixo e participe desse post junto com a gente.

Conheça as quatro doenças cinco doenças femininas mais comuns e como evita-las

É normal que as mulheres tenham medo de certos aspectos dos seus corpos, já que, muitas desconhecem as doenças exclusivamente femininas, as quais, normalmente estão relacionadas ou a órgãos sexuais, como a vagina e o ovário.

Ou ainda, aos hormônios que elas produzem, como o estrogênio, o qual, quando está presente no corpo feminino em pouca quantidade, pode causar desde dores físicas, até mesmo complicações mais sérias, como a infertilidade.

Por conta disso, é importante conhecer alguns aspectos do seu corpo, não ter vergonha de examinar como estão os seus órgãos sexuais, pois uma dor, um incômodo, uma coceira ou qualquer aspecto que saia da normalidade, pode indicar uma infecção ou uma doença, a qual, pode ser tratada, desde que descoberta rapidamente.

Para te ajudar nesse processo, esse texto vai falar das cinco doenças femininas mais comuns, seus sintomas e os seus métodos de tratamento, assim, caso você tiver uma delas, vai saber o que fazer para solucioná-la.

Corrimentos vaginais

Mais do que uma doença, os corrimentos vaginais são na verdade, um sintoma do que pode estar de errado no corpo feminino.

Assim, se você estiver tendo secreções com cores estranhas, como marrom ou ainda meio amarelada, as quais, tenham um cheiro bastante forte, é aconselhável procurar um ginecologista, para ver o que está acontecendo no seu corpo, pois algo provavelmente estará errado.

Infecção urinária

A infecção urinária é umas das doenças mais comuns nas mulheres e acaba não acontecendo nos homens, pela simples razão do jeito com que esses dois sexos, eliminam os líquidos dos seus corpos.

Assim, uma mulher, ao utilizar de um banheiro público, por exemplo, pode pegar uma infecção urinária, a qual, além de causar uma imensa dor ao urinar, ainda vai provocar uma excreção do forte odor.

Para evitar esse tipo de infecção, é necessário tomar cuidado no uso dos banheiros públicos, beber bastante água, não usar roupas apertadas e por fim, não segurar a urina por muito tempo.

Candidíase

Umas das enfermidades vaginais mais comuns, a candidíase, mais conhecida como cândida, causa uma forte dor ao urinar, uma coceira grande na vagina e secreções de cores amareladas. Para evitar essa doença, o mais comum é manter uma boa saúde e usar absorventes internos frequentemente.

Síndrome dos ovários policísticos

Mais conhecida como SOAP, essa doença  tal como a endometriose é causada por um desiquilíbrio hormonal, o qual, faz com que os ovários produzam cistos, o que interfere na produção dos óvulos, podendo geral uma dificuldade para que as mulheres engravidem e em casos mais sérios, até mesmo uma infertilidade.

E você, conhecia essas doenças? O que acha delas? Deixe o seu comentário e participe desse post.

Este artigo foi uma colaboração de http://portalbebes.net

Ar condicionado: veja como consumir menos eletricidade

Quer usar o ar condicionado sem sofrer com a conta? Confira nossas dicas para seu ar gastar menos energia elétrica.

No passado, ter um ar condicionado em casa, era tido como luxo e ostentação, mas com a queda nos preços e a facilidade nos parcelamentos, ficou muito fácil hoje ter um aparelho. O problema é que embora o custo de aquisição tenha diminuído, o gasto gerado por ele na conta de energia, pode ser bem salgado. Mesmo que seja a melhor marca de ar condicionado, ele ainda pode acabar gastando bastante.No artigo de hoje, vamos dar algumas dicas bem legais de como fazer seu ar condicionado gastar menos energia. Acompanhe conosco e veja como economizar

Dicas para seu Ar condicionado gastar menos eletricidade

Confira nossas dicas e veja como poupar com sucesso:

Atenção ao local da instalação

Escolha o melhor local para a instalação, onde o fluxo do ar fique paralelo à maior dimensão do local, evite deixá-lo perto de cortinas, móveis, cantos e onde bata luz diretamente. Além disso, fontes de calor como TVs grandes e aparelhos do tipo, devem ser evitados de se posicionarem próximo ao aparelho de ar. Lembrando que quanto mais alto for instalado no ambiente, melhor será seu rendimento.

Não use o aparelho no máximo

Engana-se quem pensa que o ideal para o uso é colocar o aparelho no máximo, isso pode fazer ele gastar muito mais energia, mas não garante que ele vá gelar melhor o ambiente. Evite o frio excessivo regulando o termostato adequadamente. Manter os ambientes numa temperatura entre 22ºC e 24ºC é o mais adequado. Uma dica é manter as portas e janelas bem fechadas, para assim evitar a entrada de ar do ambiente externo, assim como é importante evitar a entrada do calor do sol no ambiente, fechando as cortinas, por conta de que assim o ambiente ficará na temperatura desejada de forma mais rápida.

Atenção ao selo procel

É vital que antes de fazer a compra do seu ar condicionado, você se certifique de que o aparelho possui o Selo Procel. Ele é que indica ao consumidor, se o equipamento apresenta boas condições energéticas dentro de sua categoria. Embora muita gente ache que o ar portátil é o que gasta menos, o aparelho considerado mais econômico de verdade, é aquele que está na categoria A de energia. Basta verificar na etiqueta do produto

Mantenha o ambiente isolado

Se você liga o seu ar condicionado e deixa a porta e as janelas do espaço aberta, o tempo que ele levará para resfriar o ambiente, caso consiga fazer isso mesmo, é bem maior. É importante manter o espaço isolado sempre. A entrada de ar do ambiente externo faz o seu ar condicionado trabalhar mais e, consequentemente, gastar mais energia.

Não desligue o aparelho se for voltar logo

Se for se ausentar por pouco tempo, não desligue o ar-condicionado, ao resfriar o ambiente de novo ele poderá gastar mais energia. Isso por que a energia gasta para que ele seja religado e gele o ambiente novamente, será muito maior do que a utilizada apenas para manter a temperatura no tempo que você estiver fora.

Atenção a limpeza do aparelho

Se seu aparelho vive sujo, não faz aquela manutenção periódica nos filtros, a circulação do ar é comprometida e o gasto de energia também aumenta. Nem precisa chamar um profissional, existem vários vídeos no youtube, mostrando como é fácil retirar o filtro e limpar. A frequência ideal é que pelo menos uma vez por mês você faça uma vistoria no ar condicionado e realize esses pequenos reparos.

Gostaram das dicas galera? Tomara que consigam economizar com sucesso ok?

Se vocês possuem dúvidas ou sugestões de novos artigos, podem deixar nos comentários! Quem sabe não vira um novo artigo por aqui?